Um documentário que vai fazer você redescobrir clássicos: Get Back estreia hoje no Disney+. - Morcegão FM - O Rock e o Blues com Atitude - A rádio pra você que gosta de rock

O que você faria se tivesse acesso exclusivo a 57 horas contando tudo sobre os 22 dias em que o último álbum dos Beatles, Let It Be, foi gravado, e que ficou, literalmente, trancado em um cofre pelos últimos 50 anos? É o que aconteceu com o cineasta Peter Jackson, o diretor responsável pela trilogia d’O Senhor dos Anéis, e a sua decisão foi criar uma série de documentários, dividida em três partes.

Com todo este material em mãos, ele promete mostrar ao público um lado que ninguém conhece sobre os Fab Four. Ele passou três anos assistindo o material original, compilando todos os momentos mais importantes que aconteceram durante as sessões de Let It Be, quando compuseram 14 músicas e planejaram um dos shows mais icônicos de todos os tempos, o Rooftop Concert.

Na época, as filmagens não foram utilizadas, pois estavam associadas ao fim da banda, e não seriam bem aceitas pelo público. Afinal, quem é que gostaria de ver seus ídolos neste momento angustiante em que a banda estava se separando? 

Para a revista britânica Rolling Stone, Peter afirmou: “Não há como pegar um monte de vídeos miseráveis ​​dos Beatles e tentar criar um filme feliz. E eu não ia fazer um filme miserável. As imagens mais íntimas e incríveis dos Beatles já filmadas, você não quer que sejam 60 horas de discussão e miséria. Isso seria a maior chatice do mundo. E a grande notícia é que não é.”

Com o consentimento dos membros vivos e de seus herdeiros legais, Jackson trabalhou no documentário que promete jogar uma nova luz sobre a personalidade de Paul McCartney, que levou a fama de mandão durante toda a carreira e ascensão dos meninos de Liverpool, assim como no relacionamento de John Lennon e Yoko Ono.

Em suas redes sociais, o filho mais velho de John Lennon contou que foi um prazer participar do evento de estreia, que foi organizado pela filha de Paul McCartney, Stella, e que ver o pai por esta perspectiva o reaproximou da família: “A coisa mais verdadeira que posso dizer é que nunca me senti mais orgulhoso, inspirado e passei a amar mais a minha/nossa família”.

A primeira parte da série estreou hoje na plataforma, com incríveis três horas. As suas continuações deverão estrear nos dias 26 e 27/11.